• Comitê de Crise em Energia •
08 de agosto de 2022

Na Amsop Comitê de Crise em Energia Faz Última Reunião Com Soluções Para Problemas

Texto e Fotos de Guilherme Del Zotto / Assessoria AMSOP

Esta quinta-feira, 04/08, marcou a última reunião ordinária do comitê de crise em energia – criado pelo presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero, em 11 de março – com soluções apresentadas pela companhia às demandas coletadas junto aos municípios e encaminhadas pela Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop) e Associação das Câmaras Municipais do Sudoeste do Paraná (Acamsop), para resolver os problemas enfrentados pela região, sobretudo nas áreas rurais, com quedas e oscilações de energia.

“Nós estamos concluindo esta fase de trabalhos do comitê com a sensação de dever cumprido. Conseguimos fazer um trabalho efetivo, de aproximação entre a população dos municípios e a Copel, o que resultou em propostas concretas para solucionar, definitivamente, esses problemas o quanto antes”, destacou o presidente da Amsop e prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana.

A Copel elaborou um plano de ações, que inclui pontos como inspeção de redes, direcionamento da manutenção, instalação de equipamentos especiais, mutirão de manutenção aos sábados, pequenas obras e automação em equipamentos novos, bem como, o acréscimo de equipes.

Conforme o gerente regional da Copel, Paulo Nachtygal, desde que foi instalado o comitê de crise, a companhia já fez reuniões com funcionários em Francisco Beltrão, Pato Branco e Realeza. E informou, ainda, que o sudoeste deverá ter um acréscimo de 11 equipes para poda e roçada no entorno das redes elétricas, 6 equipes de manutenção e 5 equipes de serviço.

“Essas ações vão ocorrer ao longo dos próximos meses, mas, a nossa expectativa é a de que os trabalhos mais ostensivos já sejam perceptíveis daqui a aproximadamente seis meses, e, aí sim passa ter uma funcionalidade técnica mais efetiva na rede”, pontuou Nachtygal.

Ainda de acordo com o gerente regional da Copel, no levantamento encaminhado pela Amsop e Acamsop, 36 unidades consumidoras declararam possuir gerador próprio, mas, nenhuma dela estava com o cadastro formalizado na Copel, o que pode acarretar em acidentes graves se não forem inspecionados pela companhia.

A companhia também reforçou que prossegue com a implantação dos programas Paraná Trifásico e Rede Elétrica Inteligente, o que também irá contribuir para resolver os problemas. E que, no sudoeste, a maior parte dos municípios já conta com pelo menos 50% da rede inteligente instalada.

A Copel também propôs que a Amsop estimule os produtores rurais a atualizarem seus cadastros na companhia, em uma ação conjunta com as entidades ligadas à agricultura.

O presidente Cleber Fontana complementou que, a partir de agora, “a Amsop vai continuar monitorando a situação e a execução das ações pela Copel através da Comissão do Municipalismo e Desenvolvimento Regional”.

Também participaram desta última reunião ordinária, os gerentes da Copel Hemerson Orcesi e Alessandro Maffei, o vice-prefeito de Ampére, Celso Saggiorato, secretário municipal da Indústria e Comércio de Ampére, Evandro Dal Vesco, representante do setor cooperativo, Ricardo Heinen, representante da Associação dos Avicultores do Município de Chopinzinho (Asmac), Juarez Pompeu, os diretores da Amsop, José Kresteniuk e Claudemir Freitas, e o representante da Acamsop, Beto Guzzi.

 Por Guilherme Del Zotto/Assessoria


Fonte: Assessoria de Comunicação
 
• Dados do Município •
Estado Paraná
Região Sudoeste
Gentílico Esperancense do Iguaçu
Área 151,79 km²
Altitude 521 m
População 2016 2.768
IDH 0,741
Prefeitura Municipal de Boa Esperança do Iguaçu
CNPJ: 95.589.255/0001-48
AV. Demétrio Pinzon, 16 - Centro
85680-000 - Boa Esperança do Iguaçu - Paraná
Telefone: (46) 3537-1208
comunicacao@boaesperancadoiguacu.com.br
2022 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual